Skip to content

Reporte de Sessão: ToD #06 O Culto do Dragão Perde Uma Cabeça!

setembro 30, 2015
tags:

Yuri Sugata: Olá, pessoal! Começamos uma aventura tem três semanas e esse é o report da última sessão. A aventura irá usar como base a aventura da 5ª edição Hoard of the Dragon Queen, mas estarei fazendo várias adaptações.

Grupo:
Ivellios Galanodel, alto-elfo warlock 4
Alyna Lighring, humana clériga 4
Kallek Drev, drow warlock 4
Björn Hascalf, humano paladino 4
Kalim Lethel, meio-elfo guerreiro 4

Episódio 6: O Culto do Dragão Perde Uma Cabeça!

– O grupo cruza grande parte da cidade seguindo as orientações no mapa entregue por Onthar Frume na última sessão, chegando novamente na cidade baixa.

– Pelas indicações do mapa, o local que os personagens deveriam atacar seria um armazém perto do porto. E ao chegarem, encontram tudo estranhamente quieto do lado de fora.

– Encontrando uma pequena porta pela lateral, Björn comanda aos membros da Ordem que os acompanhavam para vigiarem o lado de fora do armazém e avança para seu interior.

– Se deparando com um fino corredor, estreitado por enormes caixas de madeira, Björn e Kalim se dividem e avançam com cautela. Ivellios cria o som de passos correndo pelo meio do armazém e o som de flechas atingindo o chão é ouvido.

– Com a ajuda de Ivellios, Kallek alcança o topo das caixas e dá de cara com cultistas com arcos. Kallek entra em combate, enquanto Kalim corre para a escadaria do mezanino e Björn dá a volta nas caixas pelo lado oposto.

– Assim que deixa a cobertura das caixas uma flecha encontra o escudo de Björn. Enquanto ele procura no escuro o local de origem do disparo, algo tenta envolvê-lo e, ao se virar, a luz de sua espada revela uma criatura nojenta* alongando seus tentáculos para agarrá-lo dentro de um jaula. *a criatura é um Otyugh filhote.

– Björn recua, seguindo pelo corredor até a escada para alcançar o topo das jaulas do outro lado. Kalim já está em cima das jaulas, lutando contra outros cultistas. Ivellios consegue subir, mas ao lutar contra um cultista, cai no centro do armazém.

– O grupo continua lutando contra a emboscada dos cultistas, enfrentando problemas aqui e ali com as inúmeras criaturas nas jaulas, derrotam seus oponentes deixando apenas um consciente.

– Ivellios lê a mente do sobrevivente e descobre que o líder responsável pelos portos preparou a emboscada para homens da guarda e continuou com seus afazeres em sua sala escondida no subsolo do armazém.

– O grupo vasculha o local e numa pequena sala no mezanino, Björn encontra uma certa quantia em PO’s, uma chave que não abre nenhuma das fechaduras na sala e uma carta, falando sobre adiantar a partida de um navio.

– Encontrando a passagem secreta, o grupo avança por uma escadaria de pedra estreita, onde após um corredor, ouvem dois homens conversando e resolvem ouvi-los.

– Uma das vozes fala sobre a carta e diz já ter preparado tudo e que a preciosa carga da Rainha seguirá antes do previsto. Uma voz familiar comenta que está tudo muito silencioso e que os guardas não deram nenhum sinal, mas a outra voz responde que se o armazém não for atacado, as criaturas serão soltas pela cidade para distrair a partida do navio. Ivellios e Kalim se lembram da segunda voz que era do homem de turbante em Greenest e inflamados de expectativa, saltam ao combate.

– Na sala se encontram o forasteiro de Greenest, dois de seus lacaios e um homem loiro com um tapa olho, o qual os personagens ouviram o outro chamar de Dral. O combate é dificultado por uma vela que queima no centro da sala onde os dois lacaios rezavam para uma estátua de bronze de um dragão de nove cabeças. A vela bloqueia magia, inclusive negando os poderes mágicos dos itens do grupo.

– Björn e Kalim lutam contra o dobro de espadas, mas Ivellios agilmente destrói a vela, trazendo a magia de volta ao combate. Dral tomba gravemente ferido e certo de seu destino o forasteiro de Greenest enfia uma faca na própria garganta, gritando maldições sobre Dral e o grupo e enaltecendo o nome do culto.

– Um baú de formato incomum chama a atenção de Björn que o abre enquanto o grupo decide se leva ou não a cabeça de Dral para a mulher com a qual fizeram o acordo.

– No baú, Björn encontra um homem em vestes de linho e usando um turbante de cores diferentes das do outro forasteiro. Em seu manto há um símbolo de dragão, mas diferente dos outros usados pelos cultistas.

– Björn o ajuda a acordar e o homem se assusta ao ver os corpos dos membros do Culto do Dragão no chão. Ele pergunta ao grupo se os interrogaram antes e no mesmo momento Kallek arranca a cabeça de Dral para pagar seu débito com a vendedora de itens.

– O homem fica abismado e diz que uma tempestade se aproxima e que Dral era a única chance de saberem sobre os planos do Culto, mas Björn lhe entrega algumas anotações e a carta de Dral, na qual o homem lê e reacende a chama da esperança.

– Ivellios tenta ler a mente do homem, mas o homem percebendo diz que explicará tudo assim que chegarem a um local seguro, mas se apresenta como Yassef, cavaleiro da Ordem de Bahamut. Kallek também desconfia do homem, mas Björn e Kalim acreditam nele. O forasteiro agradece o voto de confiança e diz que apesar do tempo ser curto, ainda podem deter o Culto do Dragão.

Anúncios
No comments yet

Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: