Skip to content

1d20 Dicas p/ Evitar Momentos Tediosos na Sessão

abril 30, 2014
tags: , ,

01. Utilize um tema, sistema e cenário que agrade a todos (ou pelo menos a maioria) na mesa. Fantasia medieval? Espacial? Vampiros? Zumbis?

RPG02.O mestre deve estar empolgado para narrar a sessão, mais do que todos, é ele que mantém o ritmo de jogo. Caso ele esteja desanimado, os jogadores também ficarão.

03.Evite combates desnecessários, realize somente os encontros importantes e nem todos precisam ser resolvidos na base da porrada.

04.Acelere os combates. Mais detalhes aqui.

05.Saia da mesmice, nada de clichês como “resgate a princesa das garras do dragão” ou aventuras 100% matar-pilhar-destruir ou 100% diplomacia na cidade. Lembre-se: equilíbrio e inovação.

06.Evite minutos de silêncio rolando os dados, interprete as falas dos personagens, NPC’s e criaturas. Coloque um som ambiente para o jogo e outro temático para os combates e momentos de tensão.

07.Evite sessões muito longas, principalmente se for durante a madrugada e o pessoal estiver com sono.

08.Utilize props que auxiliem na descrição e narrativa de jogo: imagens, miniaturas, mapas, grids de combate, etc…

09.A sessão deve ter começo, meio e fim. Podendo começar na calmaria, atingir seu ápice no meio e finalizar com uma surpresa. Se ela não for one-shot, ela deve acabar num momento propício para a ansiedade por sua continuação (como nas séries de TV).

10.Sessão memorável: algo na sessão deve marcar o dia na lembrança do grupo. Um monstro, um NPC, algum local ou situação que os personagens vivam. Nem sempre é possível escolher esse momento, eles acontecem assim como os personagens lembrarem da sessão onde “o clérigo tentou atacar o Troll e acabou escorregando, caindo no lago e morrendo afogado.”

11.Críticos: rolar um “20 natural” na mesa deixa qualquer sessão mais animada, principalmente naquele teste onde muita coisa está em jogo ou naquela investida contra o vilão no combate final. Pena que isso dependa inteiramente da sorte.

12.Use e abuse da interpretação e cenas que exijam isso.

13.Utilize falas durante os combates, nem todos precisam ser: 4 personagens x 4 orcs, rolando dados em silêncio até a morte.

14.Estabeleça um novo sistema de recompensas na mesa de jogo, além da XP, os personagens podem ganhar títulos, fama, peças de ouro, etc… Um histórico de conquistas de objetivos pode ser mantido para aumentar a motivação.

15.Jogadores: auxiliem o mestre durante o jogo: um pode controlar as iniciativas no combate enquanto o outro pode controlar o som e outro pode organizar as miniaturas no grid de combate…

16.Mestre: interprete os NPC’s diferentemente, mude a voz ou descreva bem cada expressão facial ou gestos que o dono da taverna ou o vilão fazem.

17.Mestre: interprete os monstros! Por que não? Nem todo monstro é um zumbi… Atraia a atenção dos jogadores com isso.

18.Mestre: utilize bem as palavras, se possível, prepare algumas narrativas previamente, isso o auxiliará a passar o clima do seu jogo para os personagens. Criando um clima te suspense, horror, ansiedade, motivação, etc…

19.Mestre: os jogadores querem desafios, dê isso a eles! Quanto maior a dificuldade, maior a recompensa.

20.Mestre: se a aventura estiver ficando chata, “vire a mesa!” Surpreenda seus jogadores com um NPC traidor, uma invasão de monstros na estalagem ou a aparição misteriosa do vilão.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Snow Troll permalink
    outubro 1, 2015 3:29 pm

    Ótimas dicas. Estou precisando mesmo animar a mesa.

Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: