Skip to content

Reporte de Campanha D&D 4E: Dark Sun – Sessões 01 e 02

fevereiro 15, 2011

Dark Sun Campaign

> > > Confira as fotos das sessões! < < <

SAUDAÇÕES pessoal! Finalmente eu consegui construir minha tão esperada campanha de Dark Sun! E como sempre a gente sempre começa alguma coisa nova e depois de 1d6-2 sessões a coisa já acaba e a gente recomeça tudo de novo depois de 1d12 meses, eu resolvi fazer algumas modificações pra esta campanha: os PdJ’s vão subir 01 nível por sessão (Sim! Como temos pouco tempo para jogar e as sessões só ocorrerão 1d4-2 vezes por mês, é uma ótima forma de finalmente tentar chegar as níveis épicos…). Não pretendo mestrar em outro cenário ou sistema por enquanto, mesmo se a próxima sessão for daqui a 1 ano, continuaremos de onde tudo parou!

Atualmente já jogamos duas sessões em dois sábados seguidos (05/02/2011 e 12/02/2011) então, aqui vai o reporte conjunto:

Personagens:

Ka’Chai, Thri-Kreen Monge – Adepto Nobre (William “Cabuk”)

Kay, Wilden Xamã – Guardião Primitivo (Bruno “Lima”)

Immeral, Eladrin Seeker – Aliança Velada (Lucas)

Bharash, Dray Guerreiro – Gladiador (Flávio)

Aram, Mul Psion – Aliança Velada (PdM)

Comecei passando uma introdução ao mundo de Athas (Dark Sun) pro pessoal e eles já foram escolhendo e criando os personagens, o que levou umas 4 horas (normal pro nosso grupo).

1.0 A aventura começa em Altaruk, uma vila na região de Tablelands. Os personagens formam uma espécie de grupo nômade de mercenários e/ou piratas do deserto que querem o fim da tirania dos reis feiticeiros e a “purificação” do mundo (bem caótico o negócio).

Um anão da casa de comércio Wavir pede ajuda para recuperar um vagão de suprimentos perdido por sua caravana há um dia atrás de viagem e oferece recompensa.

1.1 Os personagens aceitam e logo partem em busca; depois de horas e horas, encontram o vagão enterrado nas areias atrás de uma grande duna no meio de um acampamento de uma tribo de Ssurran’s (um povo lagarto).

1.2 O vagão está vazio, mas os suprimentos em grãos, vinho e madeira são recuperados dentro de uma ruína após derrotarem alguns Silt Runner’s.

2.0 De volta a Altaruk e depois de ouvirem os rumores sobre a queda do rei feiticeiro Kalak em Tyr, agora a cidade livre. Os personagens se preparam e partem numa viagem pelo deserto junto com uma caravana.

2.1 A viagem é dura! Muitos testes de tolerância para resistir ao sol e ao extremo calor, assim como testes de percepção pra não se perder no deserto.

2.2 Todos são atacados na noite do 4º dia por Anakores que puxam alguns pra debaixo da areia! No dia seguinte, um Silt Horror destrói os carregamentos, algumas perdas, mas os PdJ’s seguem em frente com o restante dos que resistiram.

2.2 Finalmente todos encontram os portões de Tyr depois de uma longa viagem cheia de tormentos.

2.3 Mas aqui, a sorte dos personagens não melhora: eles são roubados por um grupo de elfos, enquanto trocavam suas moedas. Os ladrões escapam e os PdJ’s são obrigados a arrumarem um emprego na cidade.

2.4 Depois de duas semanas reconstruindo a vida em Tyr e conhecendo ou ouvindo rumores sobre algumas pessoas importantes como Jossi, a malabarista (atualmente foragida da guarda), Haneth Tslaxa (comerciante da casa Tsalaxa), Xalos (um mul “quebra-pedras” comerciante) e até mesmo o rei Tithian (ex-templário do rei feiticeiro Kalak).

Os personagens resolvem se inscrever no evento da arena de gladiadores pela fama e riqueza.

2.5 Durante o evento, conhecem Aram, um mul psiônico da Aliança Velada que batalha junto com os personagens em busca do grande prêmio. Eles enfrentam um grupo de elfos e chegam a final contra uma criatura capturada pela guarda especialmente para o show: um Tembo.

A batalha é difícil e demorada, mas com estratégia, os personagens vencem. Mas…

E agora? Qual será o prêmio? Qual será o destino dos personagens em Tyr? Que perigos os aguardam neste mundo pós-apocalíptico?

Notas sobre as sessões:

– A primeira sessão foi “gasta” quase que inteiramente na criação dos personagens. Então, a aventura começou praticamente só a partir da segunda sessão onde só dois jogadores estavam presentes.

– Com trabalho, faculdade e outras preocupações tomando muito do meu tempo, estou tendo que mestrar quase tudo no improviso mesmo! A 4E ajuda bem nisso; eu estou me divertindo, acredito que os jogadores também… As coisas vão melhorar mais pra frente, o importante é não ficar sem jogar RPG!

– Agora o momento que os jogadores esperavam que eu comentasse: UM NOVO RECORD FOI ESTABELECIDO: eu nunca vi tantas roladas de 20 naturais durante uma única sessão como foi na segunda sessão de Dark Sun… Foram 20’s em testes de perícia, testes de resistência, ataques… formando um total de mais de QUINZE CRÍTICOS!!! (trocando de dados e sem contar os meus). Realmente os jogadores estão “no dia” e eu duvido muito que eles consigam quebrar esse número em outra sessão…

O nível 7 foi alcançado! Com mais poderes, os desafios também aumentam! Então, até a próxima sessão!

Siga o EK no Twitter: @epickingdomrpg
Deixe suas perguntas e dúvidas: formspring.me/epickingdomrpg

Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. Li-San permalink
    fevereiro 15, 2011 6:23 pm

    Bacana ^.^ gostei bastante da sinopse ;P

  2. Alexandre Sarmento permalink
    fevereiro 18, 2011 1:22 pm

    Fala, Edu.
    Acabei de conhecer o Epic Kingdom. Parabéns.
    Achei interessante você dizer que resolveu passar 1 lvl por sessão.
    Foi uma estratégia que adotei na minha primeira campanha de D&D4e, em 2008/2009.
    As dicas são:
    1) Foco na história: Elabore um enredo para a campanha e trabalhe a partir daí. Como cada sessão vai ser 1 nível, a estrutura da campanha tem que estar mais clara do que nunca, ou a coisa degringola. Mas cuidado com o railroad.
    2) Atrele a história dos personagens à da campanha, trazendo as questões primárias/existenciais/quest-backgrounds dos PCs para o centro do jogo, já que eles não terão tantas oportunidades para explorá-las individualmente
    3) Cuidado com os poderes! Passar de nível toda sessão fará com que os personagens tenham mais poderes do que os jogadores são capazes de assimilar. São tantas opções que é interessante, inclusive, que os jogadores gastem um tempo montando um planejamento de onde pretendem chegar com os PCs em termos de estrutura powers/feats/path/destiny
    4) Atenção aos tesouros. Você terá menos encontros para dividi-los.
    5) Abuse dos encontros difíceis. Eles permitirão aos jogadores usarem todas as opções que têm disponíveis e se divertir com os personagens naquele nível! Qual a graça de passar de nível sem usar aquele daily power que você se amarrou e gastou um tempão pra escolher? É isso…
    Abração.

    • Edu Trevisan permalink*
      fevereiro 18, 2011 3:06 pm

      Boa Alexandre! Desculpe pelos meus reportes ultra resumidos, é que o tempo anda muito curto… Os PdJ’s já têm um objetivo e estão seguindo para completá-lo: “derrubar os reis feiticeiros e ‘purificar’ o mundo”. Os combates foram bem difíceis, por muitas vezes o Thri-Kreen Monge do grupo quase morreu… Eles estão SEM NADA de itens mágicos porque aqui é Dark Sun e o “pau come”! 😛
      Quantos aos poderes, no máximo eles ganham 1 novo a cada 2 sessões e olhe lá… Não é tão difícil assimilar isso…

  3. fevereiro 19, 2011 10:39 am

    Legal o reporte! To acompanhando aqui esperando os próximos.
    Como não tem item mágico e em dark sun a galera vive perdendo healing surges no deserto, acho que não vai precisar dificultar muito o combate pra derrubar os aventureiros. =)

    • Edu Trevisan permalink*
      fevereiro 19, 2011 11:22 am

      Valeu Alex! É… em Dark Sun não tem refresco 😆

Trackbacks

  1. Reportes de Campanha D&D 4E: Dark Sun « Epic Kingdom RPG – Dungeons & Dragons

Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: