Skip to content

Diário de Campanha D&D 3.5: Hordas do Submundo – Sessão 03

setembro 11, 2010

SalamandraEsta sessão ocorrou em: 29/08/2009

Saudações pessoal! Mais uma semana e mais um sabadão de RPG! Então vamos lá com mais um reporte de nossas aventura.

Infelizmente Yuri não pôde participar desta sessão pois estava doente, melhora pra você mano =)

[Ver acontecimentos da sessão 1]

[Ver acontecimentos da sessão 2]

Personagens:

Tartzien: elfo de Celestia, formado na escola arcana e participante da Ordem Protetora de Lorenold.

Akelin Dr’ave: guerreiro experiente na arte da arquearia, participante da Ordem Protetora de Lorenold.

Astran: pouco se sabe sobre esse duergar. Atualmente ele é o guia do grupo pelos labirintos do subterrâneo em busca de seu cajado que irá salvar sua raça.

História:

Há anos a região de Lorenold enfrenta os ataques e roubos dos elfos do subterrâneo e sua terrível criatura. Com isso, todos foram ficando sem recursos, surgiram as doenças e uma terrível praga, muitos morreram, começava ali a queda da sociedade!

Atualmente os personagens que participam da Ordem Protetora de Lorenold encontram-se nos perigosos labirintos do subterrâneo guiados por um anão cinzento que prometeu levá-los de volta à superfície em troca de ajuda à salvar sua raça.

* No corredor, Caronte passa mal (o veneno das aranhas ainda corre em suas veias!) e o grupo é obrigado a retornar.

* Enquanto Caronte recebe tratamento com ervas dos anciãos duergar e se recupera, o grupo retorna às prisões drow para tentar salvar os escravos, dentre eles, humanos, anões e elfos.

Tríbulo Brutal* Os PJ’s acabam encontrando um caminho para uma das prisões e uma forja onde salamandras (serviçais trazidos do plano do fogo para trabalho escravo para os drows). Mesmo estando em menor número, Tartzien e Akelin chamam a atenção de drows e das salamandras e engajam em um combate que resulta no que não poderia ser diferente: os dois acabam caindo após sofrer do veneno dos virotes dos drows. Astran foge.

* Os personagens acordam numa prisão onde tentativas de fuga são inúteis e não têm outra escolha a não ser virarem peças do joguinho de diversão dos elfos negros: os dois acabam numa arena de combate onde Tartzien consegue um crítico e uma bola de fogo que derrubam um Tríbulo Brutal, depois, retornam à prisão novamente.

* Eles recebem mais uma chance dos drows (por garantirem boa diversão ao seu povo e servirem como bons trabalhadores) e estão novamente à estaca zero: escravos na construção de túneis para expansão territorial.

Notas:

– Realmente Caronte fez falta nessa sessão (com mais um no combate corpo a corpo e a ajuda com magias de cura a situação poderia ser diferente).

– Eu considero esta sessão o ‘fiasco’ de todas que tivemos até agora. Os jogadores não pensaram e partiram pro combate direto e deu no que deu. Foi tudo no puro improviso, a sessão não foi ruim, mas não chega nem perto das sessões legais que tivemos.

– Desta vez os PJ’s receberam uma chance, mas da próxima vez, se agirem sem pensar ou partirem pra cima pensando que podem enfrentar o mundo sozinhos não terá volta.

Obrigado por acompanharem mais um reporte de nossas aventuras e até a próxima semana! E joguem muito RPG!

Anúncios

Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: