Skip to content

Meta-Jogo

junho 1, 2010

Meta-JogoSaudações! Hoje falarei de um assunto que é pouco mencionado em livros de RPG, mas que quase sempre está presente e atrapalhando a diversão nas mesas: o meta-jogo.
O que é meta-jogo? Posso explicar dando um exemplo básico: o jogador utiliza o seu próprio conhecimento para o personagem.

Mestre: “…agora com um pouco de luz, é possível ver uma criatura com quatro patas de inseto e uma carapaça grossa; sua cauda coberta por uma carapaça de placas termina em uma projeção dupla e duas antenas na cabeça, uma abaixo de casa olho, repousam enquanto a criatura apenas observa após devorar alguns restos no chão.

Jogador: “cuidado pessoal! É um monstro da ferrugem! Mantenham distância de suas antenas pois elas com apenas um toque podem transformar nossos equipamentos em poeira!

Se o personagem nunca tinha encontrado uma criatura dessas antes, como ele sabia de tudo isso? – simples, o jogador leu o Livro dos Monstros antes de jogar.

Mas então devo fingir que não sei? SIM! RPG é um jogo de INTERPRETAÇÃO e se seu personagem não tem tal conhecimento, você deve representar isso.

Outros exemplos de meta-jogo:
–> os jogadores bolam “táticas avançadas” de combate pois já “decoraram” o Livro do Jogador para ganhar vantagem no jogo.

Jogador 1: “…vai por ali e usa Força do Touro em mim e você usa… ai meu bônus vai pra +6 e…
Jogador 2: “olha é um monstro-estátua-de-pedra! Vai por trás enquanto eu bloqueio os raios da petrificação que ele vai soltar ai você usa magias de gelo que ele tem fraqueza!
Jogador 3: “vou usar eletricidade porque ele também é imune à ácido!

– E isso porque eles são um grupo que acaba de se conhecer na taverna!

–> o grupo se divide em dois, mas como os jogadores estão um do lado do outro na mesa falando pro mestre, “magicamente” seus personagens também sabem o que está acontecendo uns com os outros à distância.

–> o personagem cai DESMAIADO após receber uma flecha no peito.
Jogador: “ME CURA! ME CURA!

Alguns podem ver vantagens, mas EU considero o meta-jogo um grande problema e deve ser evitado, sempre que possível.
Dicas para evitar o meta-jogo:

–> Mestre: “…a criatura retira o capuz e vocês observam que os longos cabelos são na verdade serpentes vivas! Ela se vira pra vocês e lança um brilho que segue em suas direções e explode causando uma grande destruição em fogo!
Jogador: “Peraí! Medusas não fazem isso!?
Mestre: “Quem falou em Medusa aqui?

–> Evitar ao máximo a menção de regras e interpretar o “conhecimento” do seu personagem.


Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. junho 1, 2010 11:44 am

    Isso acontece muito, se o mestre não consegue dosar isso, o jogo pode ficar chato, principalmente se o mestre tenta surpreender o grupo.

  2. Edu "Trevi" permalink*
    junho 1, 2010 3:56 pm

    Já tive muitos desses problemas… Já conversei muito também… Mas agora depois de um longo tempo jogando, meus jogadores amadureceram e pensam mais no roleplay, diversão do que simplesmente “jogar pra ganhar”, “personagem dar + dano”, “ganhar + XP”, etc…

  3. junho 6, 2010 4:27 am

    Olá! Primeiramente, parabéns pelo blog e pelo post. Nossa… meta-jogo é um pé no saco. Concordo com a questão do meta-jogo com criaturas. Para saber características de criaturas existem as perícias de conhecimentos. Acho que se um mestre coloca uma criatura que um jogador conhece o mais adequado seria o jogador questionar o que ele sabe sobre ela e o que ele percebe e deduz sobre suas habilidades vendo a criatura para assim, a partir disso, ele tomar suas decisões. Assim, a cena se torna um bom meio de utilizar perícias no combate e a imersão fica maior. Abraço.

    • Edu "Trevi" permalink*
      junho 6, 2010 1:25 pm

      Olá Alex! Obrigado pela visita e pelo comentário, é isso que me motiva à escrever + posts 😀

  4. jralam permalink
    outubro 12, 2010 4:54 pm

    meta-jogo…
    Complicado, mas tenho meus meios para escapar desta barreira para o mestre.
    Primeiro, costumo tirar XP de interpretação de quem faz isso no meio de batalhas, tanto planejar com o outro no meio da iniciativa ou falar do monstro quando conhece.
    Segundo, eu fiz um mundo, com histórias, divindades, etc.. diferentes, de acordo com minha imaginação, então eu aproveito e coloco eles em muitas situações em que eles não conhecem nada e mando monstros criados por mim, para que fique mais real… assim ninguem da mesa sabe nada de onde estão e nem do bixo que está na sua frente, o que torna mais real.

    não precisa ter um mundo inteiro para fazer isso, é só usar a imaginação.

    Temos que tomar cuidado com iniciantes também, por que eles querem XP e batalhas, por que é o que eles veem de interessante inicialmente no RPG. Depois, no decorrer de sua experiencia em jogo (e dependendo do mesre também) ele vai vendo que não é so comprar armas boas, bater e ganahs XP (mais conhecido como grupo do Quissuco, Mexeu, tomou!).

    nada contra alguns mestres, mas cada um possui um modo de mestrar, claro.

    essas e outras ajudam o meta-jogo desaparecer aos poucos entre os personagens, por que eles mesmos percebem que é melhor jogar sem dar palpite e também interpretando até em batalhas.

    =D

  5. novembro 13, 2011 2:16 am

    Sem meta-jogo não tem graça rpg. Se todo mundo sabe tudo sobre o monstro, qual é a graça disso? Qual proveito de diversão? De que adianta?

    Tem muito jogador amostrado que fica olhando o livro dos monstros, e o livro do mestre. Na hora do jogo, revela para todo mundo a solução do problema – claro, viu tudo no livro! Pior é quando este tipo de indivíduo se une aquele velho advogado de regras – um terror para qualquer mesa de rpg. Melhor seria dispensar todos e finalizar a sessão do que continuar mestrando para jogadores dessa estirpe.

    Prefiro deixar as coisas bem claras: sem meta-jogo não há rpg.

Trackbacks

  1. Você é um Bom Jogador de RPG? | Epic Kingdom RPG - Dungeons & Dragons

Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: